Artigos
  • RENATO GOMES NERY
    O Brasil é o paraíso para se levar vantagem em tudo; tudo é negociado
  • VICTOR MAIZMAN
    De forma absurda é preciso criar órgãos para fiscalizar os órgãos de fiscalização
J. Eleitoral / JUIZ TITULAR

Tamanho do texto A- A+
02.02.2017 | 14h21
Temer nomeia advogado Ulisses Rabaneda para o TRE-MT
Rabaneda é secretário-geral da OAB em Mato Grosso e atua na área criminalista
Marcus Mesquita/MidiaNews
O advogado Ulisses Rabaneda, que foi nomeado para vaga na Justiça Eleitoral
LUCAS RODRIGUES
DA REDAÇÃO

O presidente da República Michel Temer (PMDB) nomeou o advogado Ulisses Rabaneda para ocupar a vaga de juiz titular, na categoria jurista, do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT).

A nomeação foi publicada no Diário da União que circula nesta quinta-feira (02). Rabaneda é secretário-geral da Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso (OAB-MT) e é conhecido pela atuação na advocacia criminalista, a exemplo da defesa nas ações em que o ex-governador Silval Barbosa (PMDB) é réu.

O advogado encabeçava a lista tríplice elaborada pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT) na vaga aberta com o fim do biênio do advogado Flávio Bertin, que também disputava a reeleição para o cargo. Além deles, era candidato o advogado Luiz Trovo Marques.

O mandato de Rabaneda valerá por dois anos, mas ele poderá disputar a reeleição por mais um biênio.

Nomes pendentes

Temer ainda deve nomear mais um advogado, desta vez para a vaga do advogado Ricardo Almeida, que encerrou seu biênio em dezembro do ano passado.

Nesta lista, o mais votado foi o advogado Sebastião Monteiro, com 17 votos.

Disputando a reeleição, Ricardo Almeida conseguiu 14 votos, seguido do advogado Osvaldo Pereira, com 10 votos.

Composição

Atualmente, o TRE-MT é composto pelos membros titulares: desembargadores Maria Helena Póvoas (presidente) e Luiz Ferreira da Silva (vice-presidente e corregedor); juiz federal Paulo Sodré e juízes de Direito Rodrigo Curvo e Marcos Faleiros.

Na substituição estão os membros: desembargadores Pedro Sakamoto e Nilza Pôssas; juiz federal Roberto Demo; juízes de Direito José Bezerra Filho e Patrícia Ceni; e o advogado Divanir Marcelo Pieri.

O Ministério Público é representado pelo procurador regional eleitoral Cleber de Oliveira Tavares (titular) e Valeria Etgeton (substituto).

 

 

 


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Fevereiro de 2019
14.02.19 16h21 » TJ define os dois desembargadores que vão atuar no TRE
11.02.19 10h44 » Sakamoto diz que vazamentos de dados atenta contra a Justiça
07.02.19 18h29 » Defesa cita “rigor extremo” e tenta reverter decisão contra Selma
01.02.19 10h45 » Cidade de MT fará eleição suplementar no dia 7 de abril
Janeiro de 2019
31.01.19 08h35 » TRE nega pedido de derrotado para impedir posse de eleito na AL
30.01.19 08h53 » Janaina nega omissão e diz que usará votos a favor em recurso
29.01.19 15h25 » TRE mantém cassação de vereador em Várzea Grande
28.01.19 13h25 » Por 4 votos a 3, TRE reprova contas de campanha de Janaina
24.01.19 15h20 » Defesa de Selma vê "erro" em julgamento e recorrerá ao TSE
24.01.19 12h53 » Por unanimidade, TRE reprova contas de campanha de Selma



Copyright © 2019 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet