Artigos
  • GISELE NASCIMENTO
    Decisões que atestam o “mero aborrecimento” em casos de desrespeito ao consumidor estimulam o “mero abuso”
  • HÉLCIO CORRÊA
    Não vale mais baratear debate prisional no Brasil ou ficar inutilizando recursos públicos no modelo vingativo e ineficaz
  • VICTOR MAIZMAN
    Cláusula do Devido Processo Legal assegura que ninguém será privado de seus bens, sem o processo legal
  • GONÇALO DE BARROS
    Nas redes sociais, os julgamentos são mais abertos, transparentes; a exceção é o anonimato
J. Eleitoral / EM 2017

Tamanho do texto A- A+
23.11.2016 | 14h20
TRE-MT autoriza que SD realize propaganda partidária
Juiz afirmou que partido preencheu requisitos legais e tem direito a tempo em rádio e TV
Alair Ribeiro/ TRE-MT
O juiz Rodrigo Curvo, relator da decisão
DA REDAÇÃO

O Pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso deferiu pedido formulado pelo Diretório Regional do Partido da Solidariedade (SD/MT), onde solicitou autorização para realizar propaganda partidária gratuita nas emissoras de rádio e televisão no decorrer de 2017.

A propaganda partidária leva ao conhecimento do eleitorado as ideologias do partido, a execução do programa partidário, bem como seu posicionamento com relação aos grandes temas de interesse comunitário. 

O objetivo é conseguir a adesão do eleitor (filiação). Trata-se de um direito de todas as agremiações partidárias desde que cumpridas as exigências legais, o que ocorreu com o Solidariedade.

De acordo com o relator do pedido, juiz membro Rodrigo Roberto Curvo, o Partido Solidariedade preencheu os requisitos legais exigidos para a veiculação da propaganda partidária gratuita no rádio e na televisão e que apresentou as documentações necessárias, entre elas: calendário de inserções para as emissoras de rádio e televisão, a certidão da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados, comprobatória de que o partido em referência possui bancada naquela Casa e a relação das emissoras de rádio e televisão – com endereços e telefones, para a veiculação das inserções.


"Com essas considerações, em consonância com o parecer ministerial, defiro o pedido do Diretório Regional do Partido Solidariedade/MT - SD, autorizando as inserções no rádio e televisão no primeiro e segundo semestres de 2017, pelo tempo de 10 (dez) minutos, conforme grade de inserções aprovada pela Seção de Análise Técnico Processual/TRE-MT".


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Dezembro de 2017
05.12.17 08h50 » Juiz nega pedido liminar de Botelho para deixar PSB de Valtenir
Novembro de 2017
23.11.17 08h15 » Ex-prefeito detalha “bruxaria” de adversária e é absolvido em ação
21.11.17 10h51 » TRE emite alerta sobre notícias de falsa multa de R$ 150
13.11.17 16h36 » Desembargador manda apurar suspeita de assédio sexual no TRE
07.11.17 16h57 » PRE/MT é favorável à manutenção da sentença que cassou Lucimar
06.11.17 09h54 » TSE deve julgar Lula e Bolsonaro por propaganda eleitoral antecipada
Outubro de 2017
31.10.17 16h21 » Juiz nega recurso e mantém a cassação de dois vereadores
11.10.17 17h22 » MP Eleitoral emite parecer pela cassação de vereador de Cuiabá
10.10.17 17h43 » Juiz nega pedido e mantém cassação da prefeita Lucimar em VG
03.10.17 17h35 » Justiça cassa, pela segunda vez, o mandato da prefeita Lucimar



Copyright 2012 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet