Artigos
  • VINÍCIUS SEGATTO
    O ato de licitar refere-se à oferta de algum bem ou serviço à coletividade, para que se atinja o valor mais adequado e plausível, mediante lances
  • EMANUEL BEZERRA JUNIOR
    Será que o momento atual é o mesmo de 1996, quando a Lei Kandir foi criada? Será que o modelo interessa?
  • VICTOR MAIZMAN
    Juridicamente é irrelevante o nome que se dá ao tributo, devendo ser definido o tributo através de seu fato gerador
J. Estadual / IMPROBIDADE

Tamanho do texto A- A+
18.05.2018 | 17h38
Justiça afasta PMs que fizeram sexo com jovens em viatura
Segundo as investigações, um dos policiais teria feito ameaça a vítima após depoimento
Alair Ribeiro/MidiaNews
Os policiais ofereceram carona para as jovens em uma viatura da PM
DA REDAÇÃO

A Justiça acolheu pedido liminar feito pelo Ministério Público Estadual e determinou o afastamento cautelar de dois policiais militares que atuam no Município de Colniza (1.114 Km de Cuiabá).

Os dois policiais respondem a ação civil pública por ato de improbidade administrativa após trafegarem em uma viatura caracterizada da PM e oferecerem carona a duas adolescentes. Eles teriam oferecido bebida alcoólica às garotas e ainda mantiveram relação sexual com elas.

No pedido de afastamento das funções, o MPE argumenta que os policiais podem interferir diretamente na instrução processual.

Mídias anexadas aos autos demonstram um dos réus fazendo ameaça velada à vítima após depoimento prestado ao promotor de Justiça do Município.

“É possível dessumir do inquérito civil que os réus se aproveitaram da função pública para seduzir as adolescentes, eis que se utilizaram de uma viatura da Polícia Militar para dar carona, estavam fardados e em horário de serviço. Tal conduta se enquadra, em tese, aos atos de improbidade administrativa”,  consta na decisão judicial.

De acordo com o MPE, as condutas praticadas pelos policiais também caracterizam crimes militares, que são de competência da Vara Militar de Cuiabá, onde os acusados deverão responder criminalmente.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Outubro de 2018
22.10.18 16h00 » Juiz nega tirar tornozeleira e proíbe procurador de viajar para o RJ
20.10.18 11h44 » Desembargador manda soltar investigadores suspeitos de tortura
20.10.18 11h38 » Juiz afirma que cabo da PM "não merece qualquer credibilidade"
19.10.18 18h45 » Cabo Gerson tem nova prisão decretada após ir a casa noturna
19.10.18 18h18 » Juiz fixa fiança de R$ 10 mil e solta empresário preso pela PF
19.10.18 18h02 » Desembargador do TJ manda soltar delegado acusado de tortura
19.10.18 15h16 » TJ suspende eleição para corregedor-geral da Defensoria
19.10.18 10h10 » Taxa de condomínio deve ser igual para morador de cobertura de prédio
18.10.18 15h45 » Juiz manda desocupar área que será revitalizada em Cuiabá
17.10.18 17h21 » Juiz condena dentista por morte de gerente após extração do siso



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet