Artigos
  • VINÍCIUS SEGATTO
    O ato de licitar refere-se à oferta de algum bem ou serviço à coletividade, para que se atinja o valor mais adequado e plausível, mediante lances
  • EMANUEL BEZERRA JUNIOR
    Será que o momento atual é o mesmo de 1996, quando a Lei Kandir foi criada? Será que o modelo interessa?
  • VICTOR MAIZMAN
    Juridicamente é irrelevante o nome que se dá ao tributo, devendo ser definido o tributo através de seu fato gerador
J. Estadual / EXECUÇÃO EM CUIABÁ

Tamanho do texto A- A+
14.11.2017 | 18h08
Juiz decreta prisão de suspeito de mandar matar personal trainer
Guilherme Dias de Miranda não foi localizado pela Polícia Civil e é considerado foragido da Justiça
Divulgação
Foto do suspeito do crime Guilherme Dias de Miranda (no detalhe), divulgada pela Polícia Civil
THAIZA ASSUNÇÃO
DA REDAÇÃO

O juiz Flávio Miraglia, da 12ª Vara Criminal de Cuiabá, decretou a prisão temporária do suspeito de ser o mandante do assassinato do personal trainer Danilo Nascimento de Souza Campos, de 28 anos.

O crime ocorreu na noite da última quarta-feira (8), no Bairro Goiabeiras, em Cuiabá. Danilo era filho do vereador de Várzea Grande, Nilo Campos (DEM). 

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito, identificado Guilherme Dias de Miranda, é marido de uma aluna do personal. 

Há suspeita é de que ele tenha contratado dois homens para matar a vítima por ciúmes. Os acusados de executar o crime ainda não foram identificados.

Ainda conforme a Polícia Civil, investigadores foram até casa do acusado, no Condominio Rubi, na Avenida Mário Andreazza, em Várzea Grande, mas não o localizaram.

Reprodução

Personal

O personal trainer Danilo Campos, que foi assassinado em Cuiabá

Conforme os registros do condomínio, ele saiu de casa às 10h47 desta terça e não retornou mais. Guilherme é considerado foragido da Justiça.

Além da ordem de prisão, a Justiça ainda determinou a busca e apreensão do telefone celular da esposa de Guilherme.

A delegada Alana Cardoso, que coordena a equipe de buscas, informou que a casa foi encontrada vazia e com aparência de que os ocupantes a tenham abandonado recentemente.

Durante a permanência dos policiais no imóvel, a esposa de Guilherme chegou e apresentou o celular.

O crime

Conforme consta no boletim de ocorrência elaborado pela Polícia Militar, o homicídio aconteceu por volta das 21h30 da quarta-feira (8), próximo à uma distribuidora de bebidas.

Testemunhas relataram que dois homens em uma motocicleta se aproximaram da vítima, que estava perto de seu carro, um Honda Civic, e atiraram contra ele.

Foram ouvidos pelo menos cinco disparos. Em seguida os assassinos fugiram em alta velocidade.

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) chegou a ser acionado. No entanto, segundo o BO, o médico apenas constatou a morte.

Leia mais: 

Filho de vereador, personal trainer é executado a tiros em Cuiabá

“Eu quero ver esses assassinos na cadeia”, afirma pai de personal


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Outubro de 2018
22.10.18 16h00 » Juiz nega tirar tornozeleira e proíbe procurador de viajar para o RJ
20.10.18 11h44 » Desembargador manda soltar investigadores suspeitos de tortura
20.10.18 11h38 » Juiz afirma que cabo da PM "não merece qualquer credibilidade"
19.10.18 18h45 » Cabo Gerson tem nova prisão decretada após ir a casa noturna
19.10.18 18h18 » Juiz fixa fiança de R$ 10 mil e solta empresário preso pela PF
19.10.18 18h02 » Desembargador do TJ manda soltar delegado acusado de tortura
19.10.18 15h16 » TJ suspende eleição para corregedor-geral da Defensoria
19.10.18 10h10 » Taxa de condomínio deve ser igual para morador de cobertura de prédio
18.10.18 15h45 » Juiz manda desocupar área que será revitalizada em Cuiabá
17.10.18 17h21 » Juiz condena dentista por morte de gerente após extração do siso



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet