Artigos
  • VICTOR MAIZMAN
    O Judiciário dará solução imediata ao cidadão ou à pessoa jurídica, quando houver ameaça à violação de direito
  • EDUARDO MAHON
    Há nomes que merecem permanecer na memória da Cultura de Mato Grosso; já outros...
J. Estadual / PRESA POR OBSTRUÇÃO

Tamanho do texto A- A+
29.10.2017 | 11h00
Justiça estuda transferência de Helen Lesco para cela especial
A personal trainer foi detida no fim de setembro, na “Operação Esdras”
Montagem
Helen estaria tendo problemas dentro da prisão em decorrência de seu “mega hair”
CINTIA BORGES
DA REDAÇÃO

A Justiça de Mato Grosso determinou que a direção da Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto May informe ao juízo sobre o andamento das obras da cela de Estado Maior na penitenciária.

A decisão é desta quinta-feira (26) e foi assinada pela juíza Renata do Carmo Evaristo, substituta da Segunda Vara Criminal de Cuiabá.  

“[...] determino que, no prazo de 48h, a Direção da Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto May informe acerca da efetiva conclusão da obra, encaminhando ao feito relatório pormenorizado das condições do local”, diz trecho da decisão.

A determinação atende ao pedido da defesa da personal trainer, Helen Lesco, presa na Operação Esdras, acusada integrar um grupo que tentava interferir nas investigações sobre esquema de grampos ilegais feitas pela Polícia Militar de Mato Grosso.

A defesa de Helen pede para que a personal seja transferida para o SOE (Setor de Operação Especiais) ou para outra instituição militar.

A defesa argumenta que é preciso resguardar a integridade física da mulher do coronel, Evandro Lesco – também preso na Operação Esdras. Já que Helen passa por ameaças na prisão.

Em depoimento, colhido pelos delegados Flávio Stringueta e Ana Cristina Feldner, o coronel Evandro Lesco ficou emocionado ao relatar a preocupação com a integridade física da esposa na prisão.

O depoimento foi colhido no dia 10 de outubro, antes de o Superior Tribunal de Justiça avocar (chamar para si) as investigações.

Helen estaria tendo problemas dentro da prisão em decorrência de seu “mega hair”. O alongamento capilar é proibido nas unidades prisionais, mas a personal ganhou o “privilégio” de continuar usando, o que gerou revolta em outras detentas.

O outro lado

A Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), responsável pela penitenciária, esclareceu ao MidiaNews que a obra da construção da cela de estado maior deve ficar pronta ainda na primeira quinzena de novembro.

A nova cela deve atender a seis detentas que possuem ensino superior.

Confira nota da Sejudh na íntegra

“A Sejudh está  construindo cela especial para abrigar presas com ensino superior na unidade feminina da capital. A Secretaria aproveitou que já estava em andamento outra obra no presídio, a do espaço materno-infantil e deu sequência à construção da cela, que terá espaço para custodiar seis mulheres, área de convivência, banheiro e banho de sol. A construção é necessária pois não há cela destinada a presa com ensino superior, como já existe um espaço para homens, no caso o CCC (Centro de Custódia da Capital)”.

Leia mais sobre o assunto:

Perri exige explicações sobre uso de algema em personal

Detentas reclamam que personal trainer teria privilégio em presídio

Lesco e personal são reinterrogados por delegados


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Novembro de 2017
22.11.17 16h55 » Juíza Vandymara Zanolo fala sobre controle de precedentes no TJMT
22.11.17 14h01 » Associação de juízes exige explicações de promotor de Justiça
22.11.17 11h00 » TJ diz que falha em sistema permitiu liberdade de sequestrador
21.11.17 15h22 » Justiça penhora R$ 268 mil de empresa para indenizar magistrado
20.11.17 16h00 » Juíza condena dupla que roubou e esfaqueou designer de joias
18.11.17 15h23 » Apartamento de Nadaf avaliado em R$ 470 mil vai a leilão no Fórum
17.11.17 17h45 » Adjunta nega acusação e diz que deixou carro na sede do PDT
17.11.17 16h58 » TJ nega recurso do Estado e mantém reposição de 11% a policiais
17.11.17 16h47 » Juiz condena quatro ex-servidores da Sefaz a seis anos de prisão
17.11.17 15h59 » Adjunta da Casa Civil é intimada a devolver Mitsubishi ao PDT



Copyright 2012 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet