Artigos
  • VICTOR MAIZMAN
    De todo modo, é certo afirmar que não há hierarquia entre as aludidas secretarias
  • RODRIGO MUDROVITSCH
    A reforma regulatória parece visar corrigir insuficiências do modelo atual
MPE / ANO DE ELEIÇÃO

Tamanho do texto A- A+
12.01.2018 | 15h59
MPE e MPF criam força-tarefa para finalizar processos eleitorais
Grupo é composto por promotores que atuam nas zonas eleitorais de cinco Municípios
Alair Ribeiro/MidiaNews
A sede do Ministério Público Estadual, no Centro Político e Administrativo
DA REDAÇÃO

O Ministério Público Federal e o Ministério Público do Estado de Mato Grosso assinaram nesta quinta-feira (11) ato conjunto criando uma força-tarefa para auxiliar temporariamente a Procuradoria Regional Eleitoral na elaboração de manifestações e pareceres dos processos que tramitam no Tribunal Regional Eleitoral.

A meta é zerar todos os processos até o dia 30 de março.

A força-tarefa será composta pelos promotores de Justiça que atuam no Eleitoral nos Municípios de Cuiabá, Várzea Grande, Chapada dos Guimarães, Poconé e Santo Antonio de Leverger. Os trabalhos serão coordenados pela Procuradoria Regional Eleitoral.

A iniciativa busca atender a Resolução 2.039/2017, do Tribunal Regional Eleitoral, que estabelece metas para o julgamento, antes do período de registro de candidaturas das Eleições 2018, de todos os processos que possam culminar em não diplomação, perda de mandato eletivo ou em qualquer causa de inelegibilidade.

De acordo como a Procuradoria Regional Eleitoral em Mato Grosso, 86 processos aguardam manifestações e pareceres no TRE.

O ato foi assinado pelo procurador geral de Justiça do MP/MT em exercício, Hélio Fredolino Faust; pela procuradora regional eleitoral, Cristina Nascimento de Melo, e pelo procurador regional eleitoral substituto, Pedro Melo Pouchain Ribeiro.

Também participaram da reunião o Corregedor-Geral do MP, procurador de Justiça Flávio Cézar Fachone; o procurador de Justiça Paulo Roberto Jorge do Prado e o promotor de Justiça Miguel Slhessarenko Júnior.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Janeiro de 2019
07.01.19 15h05 » MPE aciona a Prefeitura e pede adequação de quebra-molas
04.01.19 17h20 » Borges: “Orçamento do MPE já está enxuto; não há como cortar”
03.01.19 17h38 » Mendes nomeia Borges como procurador-geral de Justiça de MT
03.01.19 17h36 » MPE: duodécimo para despesas de dezembro ainda não foi pago
Dezembro de 2018
27.12.18 15h46 » MPE vê radar desnecessário e estuda sugerir passarela
27.12.18 15h35 » Autorização provisória estimula corrupção na Sema, diz MPE
24.12.18 11h00 » MPE: intermediário ganhou veículos de luxo por CARs aprovados
24.12.18 10h51 » "É imperdoável desviar dinheiro público da Saúde", diz Mauro Curvo
21.12.18 17h20 » MPE: fraudes na Sema ganharam força com nomeação de Baby
20.12.18 08h28 » MPE pede que TJ restabeleça medida cautelar contra ex-Ager



Copyright © 2019 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet