Artigos
  • VICTOR MAIZMAN
    Em qualquer esfera do Poder Público, o cidadão não pode ficar submisso às regras desprovidas de razoabilidade

Tamanho do texto A- A+
10.02.2018 | 09h59
O lado mais fraco
Grampos: cabo PM deve partir para delação premiada
DA REDAÇÃO
Gerson Correa

O cabo Gerson, que segue preso e deve delatar esquema Foto: Alair Ribeiro/Midia News

Após a decisão do Conselho de Sentença da Justiça Militar de Cuiabá, a expectativa nos bastidores é que o cabo PM Gérson Corrêa Júnior, parta para uma delação premiada.

Ao contrário do coronel Zaqueu Barbosa, que conseguiu converter sua prisão preventiva em domiciliar, Gerson seguirá detido.

"É aquela velha história: a corda sempre arrebenta do lado mais fraco", disse uma fonte próxima a ele.

Réu confesso no esquema de grampos, o cabo admitiu ter operado escutas ilegais dentro do Gaeco, do Ministério Público Estadual (MPE), e em uma sala comercial, localizada na Rua Desembargador Ferreira Mendes, nº 235, na região central de Cuiabá

Nos bastidores, sabe-se que, caso resolva mesmo falar tudo o que sabe, Gerson poderá complicar a vida não só de gente ligada à PM, mas de alguns políticos graúdos também.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Maio de 2018
16.05.18 08h58 » Políticos na mira
15.05.18 17h49 » Alvo do Gaeco
14.05.18 09h35 » Impasse jurídico
12.05.18 12h12 » Delação à vista?
11.05.18 16h53 » "Perguntinha"
10.05.18 17h58 » Alvo de processo
10.05.18 17h56 » Contrato rompido
10.05.18 08h59 » Definição
10.05.18 08h56 » Homem forte
09.05.18 15h07 » 2ª fase da Bereré



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet