Artigos
  • GILMAR MENDES
    Esse procedimento acaba sendo o meio para coibir interpretações equivocadas e mesmo abusos na prisão
  • ELVIS KLAUK JR
    Antes de fechar negócio é muito importante verificar se o imóvel está com os respectivos documentos em ordem
  • PAULO LEMOS
    Na política, há um quadro crônico e agudo de delírios, alucinações, desejos, impulsos e compulsões
MPE / ANO DE ELEIÇÃO

Tamanho do texto A- A+
12.01.2018 | 15h59
MPE e MPF criam força-tarefa para finalizar processos eleitorais
Grupo é composto por promotores que atuam nas zonas eleitorais de cinco Municípios
Alair Ribeiro/MidiaNews
A sede do Ministério Público Estadual, no Centro Político e Administrativo
DA REDAÇÃO

O Ministério Público Federal e o Ministério Público do Estado de Mato Grosso assinaram nesta quinta-feira (11) ato conjunto criando uma força-tarefa para auxiliar temporariamente a Procuradoria Regional Eleitoral na elaboração de manifestações e pareceres dos processos que tramitam no Tribunal Regional Eleitoral.

A meta é zerar todos os processos até o dia 30 de março.

A força-tarefa será composta pelos promotores de Justiça que atuam no Eleitoral nos Municípios de Cuiabá, Várzea Grande, Chapada dos Guimarães, Poconé e Santo Antonio de Leverger. Os trabalhos serão coordenados pela Procuradoria Regional Eleitoral.

A iniciativa busca atender a Resolução 2.039/2017, do Tribunal Regional Eleitoral, que estabelece metas para o julgamento, antes do período de registro de candidaturas das Eleições 2018, de todos os processos que possam culminar em não diplomação, perda de mandato eletivo ou em qualquer causa de inelegibilidade.

De acordo como a Procuradoria Regional Eleitoral em Mato Grosso, 86 processos aguardam manifestações e pareceres no TRE.

O ato foi assinado pelo procurador geral de Justiça do MP/MT em exercício, Hélio Fredolino Faust; pela procuradora regional eleitoral, Cristina Nascimento de Melo, e pelo procurador regional eleitoral substituto, Pedro Melo Pouchain Ribeiro.

Também participaram da reunião o Corregedor-Geral do MP, procurador de Justiça Flávio Cézar Fachone; o procurador de Justiça Paulo Roberto Jorge do Prado e o promotor de Justiça Miguel Slhessarenko Júnior.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Janeiro de 2018
11.01.18 09h20 » MPE: mandados de prisão não impedem progressão de regime
10.01.18 08h55 » MPE investiga servidores de MT por suposto acúmulo de cargos
10.01.18 08h41 » MPE pede que ex-prefeito e mais 9 restituam os cofres públicos
08.01.18 17h30 » MPE pede que Prefeitura anule contrato com médica denunciada
Dezembro de 2017
29.12.17 16h21 » MPE denuncia empresário, médica e mais 2 por morte de prefeito
26.12.17 16h15 » MPE denuncia prefeito por estelionato e organização criminosa
22.12.17 15h17 » Prefeito é denunciado por ceder maquinário público para curtume particular em MT
17.12.17 10h00 » MPE investiga suposta fraude em efetivação de servidor
15.12.17 09h01 » MPE investiga conselheiro que deixou posto para fazer concurso
13.12.17 11h17 » MPE instaura inquérito contra Savi e Silval por suposto esquema



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet