Artigos
  • GILMAR MENDES
    Esse procedimento acaba sendo o meio para coibir interpretações equivocadas e mesmo abusos na prisão
  • ELVIS KLAUK JR
    Antes de fechar negócio é muito importante verificar se o imóvel está com os respectivos documentos em ordem
  • PAULO LEMOS
    Na política, há um quadro crônico e agudo de delírios, alucinações, desejos, impulsos e compulsões

Tamanho do texto A- A+
05.12.2017 | 08h25
Convescote
Delação complica servidores da Assembleia
DA REDAÇÃO
tschales tscha e assembleia legislativa

O ex-secretário de Administração da Assembleia, Tschales Tschá: citado em delação

A delação do ex-funcionário da Fundação de Apoio ao Ensino Superior Público Estadual (Faespe), Hallan Freitas, no âmbito da Operação Convescote, complicou a vida do ex-secretário de Administração da Assembleia, Tschales Franciel Tschá, e de Odenil Rodrigues de Almeida, assessor do deputado Guilherme Maluf (PSDB).

Tschales e Odenil, além de já serem réus da ação penal derivada da operação, foram alvos de condução coercitiva na 4ª fase da operação, deflagrada na última quinta-feira (30).

As conduções se embasaram em provas obtidas por meio da delação de Hallan, que afirmou ter repassado dinheiro oriundo do desvio a ambos. 

Assim, além de responderem a acusação de ter atestado serviços fictícios, Tschales e Odenil, agora, passaram a ser suspeitos de também terem se beneficiado financeiramente com o esquema. 


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Janeiro de 2018
02.01.18 14h42 » Cedidos ao TJ
02.01.18 14h40 » Efeito Lava Jato
Dezembro de 2017
28.12.17 16h43 » Escolha de Taques
27.12.17 16h25 » "Estragos"
26.12.17 17h40 » Deu no "Estadão"
26.12.17 17h37 » Ralatório resumido
22.12.17 15h00 » Arapongagem
21.12.17 16h03 » Silval no "Estadão"
20.12.17 10h51 » Acusado de desvio
20.12.17 10h49 » Deu na "Veja"



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet