Artigos
  • LUIZ FLÁVIO GOMES
    O habeas corpus protocolado em favor do ex-presidente Lula começou juridicamente errado

Tamanho do texto A- A+
10.10.2017 | 18h07
“Vingança”
Juíza Selma Arruda arquiva suspeição contra promotora do MPE
DA REDAÇÃO
Ana Cristina Bardusco

A promotora Ana Bardusco: suspeição arquivada

A juíza Selma Arruda, da Vara Contra o Crime Organizado da Capital, arquivou a exceção de suspeição do advogado Levi Machado de Oliveira, que visava a anular a denúncia formulada contra ele pela promotora de Justiça Ana Bardusco, relativa à 4ª fase da Operação Sodoma.

A decisão é da última quinta-feira (5). Na exceção, Levi Machado alegou que a promotora era suspeita em denunciá-lo, uma vez que ele a processou criminalmente, e ela teria amizade com o delator do esquema, Filinto Müller, e teria agido com "vingança".

A juíza Selma, no entanto, sequer analisou o mérito do caso, uma vez que o advogado de Levi Machado não recebeu procuração específica para poder ingressar com a suspeição e, desta forma, o processo foi arquivado.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Junho de 2018
29.06.18 17h11 » Prisão mantida
29.06.18 16h46 » Jogo do Brasil
28.06.18 13h57 » “Negligente”
27.06.18 09h10 » Operação Bereré
26.06.18 17h55 » Engeglobal
25.06.18 17h01 » "Fantasma"
22.06.18 17h46 » Desagravo
22.06.18 14h36 » Multa de R$ 6,4 mi
21.06.18 16h52 » Questão de foro
21.06.18 11h49 » Sétima Vara



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet