Artigos
  • RENATO GOMES NERY
    Prestigia-se o atraso, em detrimento da evolução, e o crime em prejuízo da punição
  • VICTOR MAIZMAN
    A extinção do seguro obrigatório confirma a voracidade do Poder Público
/ FALHAS EM DESPESAS

Tamanho do texto A- A+
09.09.2019 | 10h39
Ex-presidente da Câmara de Cuiabá é multado pelo TCE
Decisão é da sessão ordinária da Primeira Câmara do TCE-MT de quarta-feira (4)
Alair Ribeiro/MidiaJur
O ex-presidente da Câmara de Cuiabá, Justino Malheiros
DA REDAÇÃO

Julgada parcialmente procedente Representação de Natureza Interna proposta com objetivo de apurar supostas falhas nos procedimentos de realização de despesas na Câmara Municipal de Cuiabá, além de inconsistências contábeis existentes no órgão.

As falhas foram verificadas pela equipe técnica do Tribunal de Contas de Mato Grosso em inspeção realizada em 09/11/2017. Em função das falhas, o ex-presidente da Câmara de Cuiabá, Justino Malheiros Neto, foi multado em 18 UPFs.

Na sessão ordinária da Primeira Câmara do TCE-MT de quarta-feira (04/09), os membros acompanharam voto do relator da RNI (Processo nº 340740/2017), conselheiro substituto Luiz Carlos Pereira, para também multar em 18 UPFs a contadora da Câmara, Rosa Beatriz Scuzziatto, e a secretária de Gestão Orçamentária e Financeira da instituição, Rita Cristiane Fabrício Rennó.

No total da multa de 18 UPFs aplicada a cada um dos representados, 6 UPFs foram em decorrência do pagamento de parcelas contratuais ou outras despesas sem a regular liquidação; 6 UPFs em razão da ausência da autorização do ordenador de despesas em notas de empenho; e 6 UPFs pela existência de registros contábeis intempestivos.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:



Copyright © 2019 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet