Artigos
  • VICTOR MAIZMAN
    A propriedade foi adquirida pela Princesa Isabel e pelo Conde d'Eu com o dinheiro do dote dado pelo Estado para o casamento da Princesa
  • GONÇALO ANTUNES DE BARROS
    As gerações futuras precisam ouvir a voz que desta ainda aprisionam
/ RENATO GOMES NERY

Tamanho do texto A- A+
06.12.2018 | 16h27
Expectativas
O panorama político nacional mudou radicalmente com novas propostas e novas caras
RENATO GOMES NERY

As eleições de outubro/2018 deram-se num clima de muitas expectativas. Por trás de uma aparente indiferença da população gestava um turbilhão de resultados inesperados. Na procura de severas mudanças muita coisa aconteceu. Candidatos inviáveis aparentemente se elegeram e o panorama político nacional mudou radicalmente com novas propostas e novas caras.

É um claro indicativo de que o passado não servia mais. E que a população estava cansada de embusteiros, encantadores de serpentes, corruptos, ladrões toda ordem. Bem como de que o contribuinte estava exausto de sustentar abusos e privilégios de toda ordem. E de que os donos dos Poderes Públicos deveriam e devem servir a população e não servir-se dela.

O recado foi soberanamente dado. Portanto, a tarefa de comandar o Pais a partir de janeiro/2018 é enorme. A população quer respostas para todas as suas agruras e não irá tolerar, o engodo, o engano, as embromações, as obras inacabadas, a falta de assistência, os inconcebíveis privilégios, as desigualdades e os salários incompatíveis que liquidam irresponsavelmente com o rico dinheirinho arrecadado à fórcepses do contribuinte.   

É preciso dar tempo e frear as incontáveis expectativas com o novo Governo para que ele faça ao menos o dever da casa e que consiga restabelecer a crença de que este infausto País tem saída

A descoberta da roda é tão antiga quanta a vida na terra. E não foi dado a ninguém o poder de resolver tudo, até por que aqueles que achavam que antes deles o Brasil não existia amargam os seus mal feitos no xilindró.

É preciso dar tempo e frear as incontáveis expectativas com o novo Governo para que ele faça ao menos o dever da casa e que consiga restabelecer a crença de que este infausto País tem saída.

Bom é Deus que nos deu tudo. E ele espera que, no mínimo, saibamos administrar o que existe para que todos tenham, ao menos, uma vida digna.

Aguardemos, por seis meses, sem muita ansiedade (não é a primeira vez) e sem  empenhar toda a nossa grande expectativa, para que os novos mandatários dizerem a que vieram. No mais é mera e pura especulação! Se eles não se mostraram dignos e não se enveredarem por um seguro caminho, permanecermos no nosso antigo pântano aguardando novas eleições. Enfim, é a democracia com todos os seus percalços, as suas vicissitudes e seus ínvios e tortuosos caminhos. Afinal, não se inventou regime melhor.

RENATO GOMES NERY é advogado em Cuiabá.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet