Artigos
  • VICTOR MAIZMAN
    A propriedade foi adquirida pela Princesa Isabel e pelo Conde d'Eu com o dinheiro do dote dado pelo Estado para o casamento da Princesa
  • GONÇALO ANTUNES DE BARROS
    As gerações futuras precisam ouvir a voz que desta ainda aprisionam
/ DELAÇÃO DA J&F

Tamanho do texto A- A+
04.12.2018 | 14h44
Ministro determina investigação individual contra Wellington
Parlamentar republicano foi citado em colaborações premiadas firmadas por executivos do Grupo J&F
Alair Ribeiro/MidiaJur
O senador Wellington Fagundes, que foi citado por executivos do grupo empresarial
DOUGLAS TRIELLI
DA REDAÇÃO

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Edson Fachin determinou a instauração procedimentos individuais contra o senador Wellington Fagundes e outros nove parlamentares alvos de trechos de delações premiadas de executivos do grupo J&F sobre episódios de caixa 2 entre 2010 e 2014.

O ministro atendeu pedido da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, feito na semana passada. Ela irá decidir em quais casos pede a abertura de inquérito, arquivamento ou se envia para as instâncias inferiores em caso de não haver relação com o mandato.

O pedido é uma espécie de etapa anterior a abertura de inquérito pela PGR ao STF, mas na qual é possível realizar preliminarmente procedimentos de investigação.

Verificou-se... situações em que o recebimento de dinheiro de forma dissimulada ocorreu no curso do mandato parlamentar por agentes políticos

Fagundes, o deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS), futuro ministro da Casa Civil do governo Bolsonaro, e outros senadores e deputados são acusados de terem sido beneficiados com caixa dois, doações não declaradas.

"Verificou-se... situações em que o recebimento de dinheiro de forma dissimulada ocorreu no curso do mandato parlamentar por agentes políticos que ainda são detentores de foro no STF, fazendo-se necessária a autuação de petições autônomas para adoção de providências em relação a cada autoridade envolvida", explicou Raquel Dodge.

"Os distintos relatos de repasse de verbas envolvendo diversas autoridades públicas, em contextos que não guardam relação entre si, demandam o desmembramento dos presentes autos, de modo que cada procedimento siga o curso próprio", completou, sem especificar a situação de cada um.

Veja a lista de parlamentares:

Senadores:

  • Wellington Fagundes (PR-MT)
  • Ciro Nogueira (PP-PI)
  • Eduardo Braga (MDB-AM)
  • Renan Calheiros (MDB-AL)

Deputados:

  • Onyx Lorenzoni (DEM-RS)
  • Alceu Moreira (MDB-RS)
  • Jerônimo Goergen (PP-SR)
  • Marcelo Castro (MDB-PI)
  • Paulo Teixeira (PT-SP)
  • Zé Silva (SD-MG)

Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet