Artigos
  • LUIZ FLÁVIO GOMES
    O habeas corpus protocolado em favor do ex-presidente Lula começou juridicamente errado
  • RENATO GOMES NERY
    Livro expõe como a polícia americana age para debelar o crime organizado, com a aplicação da Lei Rico

Tamanho do texto A- A+
09.07.2018 | 11h45
Desvios no Detran
Acusados completam dois meses de prisão nesta segunda-feira
DA REDAÇÃO
Paulo Taques

Ex-secretário da Casa Cívil, Paulo Taques, um dos seis presos no dia 9 de maio

Os seis alvos da Operação Bônus, segunda fase da Operação Bereré, completam dois meses de prisão nesta segunda-feira (9).

O deputado estadual Mauro Savi (DEM), o ex-secretário da Casa Civil Paulo Taques, o advogado Pedro Jorge Taques, os empresários Roque Anildo Reinheimer, Claudemir Pereira dos Santos e José Kobori estão detidos no Centro de Custódia da Capital.

Eles estão entre as 58 pessoas investigadas pelo suposto esquema de corrupção que teria desviado R$ 30 milhões do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT).

Nesse intervalo, seus advogados entraram com diversos recursos para conseguir a liberdade, todos negados.

A Assembleia Legislativa chegou a votar pela soltura de Mauro Savi, mas conforme entendimento do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, a Casa de Leis não tem a prerrogativa para dar liberdade ao deputado.

A última atualização do processo diz que os seis acusados devem responder a uma ação penal em separado em razão da complexidade dos fatos e do grande número de réus no processo.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet