Artigos
  • VICTOR MAIZMAN
    Juridicamente é irrelevante o nome que se dá ao tributo, devendo ser definido o tributo através de seu fato gerador
  • RENATO GOMES NERY
    Não pode a Justiça afirmar que tal cor um dia é preta e no outro dia é branca; isto leva ao descrédito
  • VALBER MELO E FILIPE MAIA BROETO
    Ao implementar-se o método do discovery, eliminar-se-ão os "blefes", os "trunfos", as "jogadas desleais", bem como os eventuais "jogadores espertos"

Tamanho do texto A- A+
05.07.2018 | 17h56
Grampolândia
Coronéis e cabo da Polícia Militar voltam a depor
DA REDAÇÃO
Zaqueu Barbosa 26-03-2018

O ex-comandante da PM, coronel Zaqueu Barbosa, que será ouvido em audiência

O ex-comandante da Polícia Militar de Mato Grosso, coronel Zaque Barbosa, os coronéis Evandro Lesco e Ronelson Barros, o tenente-coronel Januário Batista e o cabo Gerson Correa serão interrogados no próximo dia 27 no chamado esquema dos grampos - que consistiu na montagem de uma rede clandestina de escutas ilegais para monitorar inimigos políticos, adversários e até amantes.

A audiência, marcada para às 13h30, será conduzida pelo juiz Murilo Mesquita, da 11ª Vara Especializada de Justiça Militar de Cuiabá. O processo estava parado há três meses.

Os cinco militares foram presos no ano passado e só obtiveram liberdade após uma árdua batalha judicial.

Zaqueu e Gérson são acusados de serem os principais operadores do esquema de interceptações clandestinas que ocorreu no Estado. Já Lesco, Barros e Batista seriam integrantes do grupo.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet