Artigos
  • LUIZ FLÁVIO GOMES
    O habeas corpus protocolado em favor do ex-presidente Lula começou juridicamente errado
  • RENATO GOMES NERY
    Livro expõe como a polícia americana age para debelar o crime organizado, com a aplicação da Lei Rico

Tamanho do texto A- A+
19.06.2018 | 15h38
Previdência
Tribunal de Contas vê gastos "explosivos" em Mato Grosso
DA REDAÇÃO
joao camargo sem corte

O conselheiro interino do TCE João Camargo: aprovação das contas de Taques

O conselheiro interino do TCE-MT, João Camargo, criticou a situação da Previdência de Mato Grosso durante leitura de seu voto nas contas anuais de Governo referentes ao exercício de 2017, sob o comando do governador Pedro Taques (PSDB).

Ele afirmou que os gastos com os servidores são “explosivos”. Citou, por exemplo, que os gastos com os servidores ativos têm aumentado de maneira drástica, o que impactará, em breve, na previdência do Estado.

Entre os casos, estão os funcionários da Educação básica, em que o gasto passou de R$ 194 milhões em 2009 para R$ 1 bilhão em 2017. A carreira militar teve um aumento de 340% no mesmo período.

“Além de representar parcela significante, a educação básica teve participação considerável nesses aumentos e aposentam mais cedo que outras carreiras. Nesse ritmo forte de crescimento, a Previdência poderá entrar em colapso. É recomendável que o TCE estude formas de sensibilidade sobre a gravíssima situação do regimento previdenciário”, disse.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet