Artigos
  • LUIZ FLÁVIO GOMES
    O habeas corpus protocolado em favor do ex-presidente Lula começou juridicamente errado
  • RENATO GOMES NERY
    Livro expõe como a polícia americana age para debelar o crime organizado, com a aplicação da Lei Rico

Tamanho do texto A- A+
12.06.2018 | 10h56
Pressão no STJ
Assembleia Legislativa também pede soltura de Mauro Savi
DA REDAÇÃO
maria thereza de assis moura

A ministra Maria Moura, que julgará os habeas corpus impetrados em defesa de Mauro Savi

Horas após a defesa do deputado Mauro Savi (DEM) ingressar com um pedido de soltura no Superior Tribunal de Justiça (STJ), na segunda-feira (11), a Procuradoria da Assembleia Legislativa "engrossou o coro" e também impetrou um habeas corpus na Corte, com o mesmo requerimento.

Tanto a defesa - feita pelo advogado Paulo Fabrinny - quanto a Procuradoria da Assembleia questionam o fato de o desembargador José Zuquim, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, não ter acatado a votação feita no Legislativo, que deliberou pela soltura de Savi.

O político está preso desde o dia 9 de maio por conta da Operação Bereré, que apura esquema de propina e lavagem de dinheiro no Detran-MT, na ordem de R$ 30 milhões.

Ambas as medidas estão conclusas para a ministra Maria Thereza de Assis Moura. Ela costuma julgar os habeas corpus em, no máximo, dois dias.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet