Artigos
  • LUIZ FLÁVIO GOMES
    O habeas corpus protocolado em favor do ex-presidente Lula começou juridicamente errado
  • RENATO GOMES NERY
    Livro expõe como a polícia americana age para debelar o crime organizado, com a aplicação da Lei Rico

Tamanho do texto A- A+
06.06.2018 | 18h14
Sigilo da fonte
Abaixo-assinado: jornalistas criticam Associação de Juízes
DA REDAÇÃO

 

José Arimatéa 12-09-2017

O juiz José Arimatéa: declaração gerou polêmica entre os profissionais da imprensa

Um grupo formado por dezenas de jornalistas tem articulado um abaixo-assinado em repúdio ao posicionamento da Associação Mato-grossense de Magistrados (Amam), que ameaçou processar um veículo de comunicação no intuito de descobrir a fonte de uma matéria jornalística.

A polêmica é relativa a uma manchete de um jornal impresso da Capital, dando conta de que a Assembleia e o Tribunal de Justiça teriam articulado uma negociação

visando a soltura do deputado Mauro Savi (DEM), preso por conta da Operação Bereré.

O presidente da Amam, juiz José Arimatéa, afirmou que poderá ingressar com uma ação judicial para tentar obrigar o veículo a revelar a fonte da informação. O grupo de jornalistas criticou a declaração, uma vez que a Constituição Federal garante o sigilo da fonte como direito fundamental para a liberdade democrática, o Estado de Direito, e à própria democracia.

“A imprensa ameaçada pelo Poder Judiciário (como acusador e julgador da própria causa), também Estado, não pode ser livre. Sem imprensa livre, não há cidadania”, diz trecho do manifesto dos jornalistas. 


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet