Artigos
  • LUIZ FLÁVIO GOMES
    O habeas corpus protocolado em favor do ex-presidente Lula começou juridicamente errado
  • RENATO GOMES NERY
    Livro expõe como a polícia americana age para debelar o crime organizado, com a aplicação da Lei Rico

Tamanho do texto A- A+
12.05.2018 | 12h12
Delação à vista?
Empresário José Kobori depõe por mais de sete horas
DA REDAÇÃO

Preso na segunda fase da Operação Bereré, o empresário José Kobori prestou depoimento por mais de sete horas na sede do Gaeco, em Cuiabá, nesta sexta-feira (10).

Ele chegou ao local por volta das 10h e saiu depois das 17h. A duração do depoimento acende o alerta de que ele pode ter contado tudo o que sabe sobre o esquema investigado pelo Gaeco.

O empresário é ex-diretor-presidente da EIG Mercados, empresa que está no centro do escândalo de pagamento de propina a políticos, por conta do contrato com o Detran.

Ao ser questionado pela imprensa sobre as acusações do Ministério Público Estadual, Kobori se esquivou.

"Vocês, imprensa investigativa, se vocês lerem o processo, chegar à mesma conclusão que qualquer pessoa com mais de dois neurônios consegue chegar", disse, sem explicar que conclusão seria.

Confira vídeo com a chegada de Kobori:


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet