Artigos
  • RITA DE CASSIA BUENO
    Vale ressaltar que a prisão não extingue o débito alimentar, não isentando o devedor de pagar os valores vencidos e vincendos

Tamanho do texto A- A+
09.05.2018 | 15h03
Ironia jurídica
Advogado, Paulo Taques é preso junto com cliente
DA REDAÇÃO

 

Paulo Taques

O ex-secretário Paulo Taques, que advoga para Mauro Savi

A 2ª fase da Operação Bereré, deflagrada nesta quarta-feira (09), desencadeou uma situação inusitada ao cumprir a prisão do ex-secretário da Casa Civil, Paulo Taques, e do deputado Mauro Savi.

Isso porque Paulo Taques atua como advogado de Savi em relação aos mesmos fatos investigados na operação, que apura esquema que teria desviado R$ 27,7 milhões do Detran-MT.

Com as prisões, fica em aberto se Taques abandonará a defesa de Savi por “conflito de interesses” ou se o seu escritório continuará advogando para o deputado, literalmente "abraçando a causa".


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet