Artigos
  • VILSON NERY
    Li as propostas dos três candidatos, e separei as palavras “agricultura” e agronegócio” em seu contexto no plano de governo, para dar qualidade à minha pretensão
  • JOÃO PAULO OLIVEIRA
    No processo eleitoral atual há uma enorme preocupação com relação a informações falsas que são passadas no que tange a uma série de situações e candidatos

Tamanho do texto A- A+
02.05.2018 | 15h27
Preso no CCC
TCE-MT não encontra o ex-vereador João Emanuel e atualiza dívida
DA REDAÇÃO
João Emanuel

O ex-presidente da Câmara de Cuiabá, João Emanuel Moreira Lima

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT) afirmou ter sido “recusado” o Aviso de Recebimento (AR) de uma multa de R$ 1,3 milhão, aplicada ao ex-presidente da Câmara de Cuiabá, João Emanuel Moreira Lima em 2015.

O curioso é que o ex-vereador está preso no Centro de Custódia da Capital (CCC) desde setembro de 2016.

A Corte decidiu notificar João Emanuel via edital, publicado no Diário de Contas de sexta-feira (27).

Além disso, a multa do ex-vereador foi atualizada para R$ 2,2 milhões, conforme índice de inflação oficial (IPCA) até o dia 25/04/2018.

No ano passado, a juíza Selma Arruda, da Vara Contra o Crime Organizado da Capital, condenou o ex-vereador a 13 anos e quatro meses de prisão pelo crime de lavagem de dinheiro, cometido em 2013, quando presidia a Câmara de Cuiabá.

Em 2016, também foi condenado a 18 anos e 305 dias de prisão por desvio de dinheiro.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet