Artigos
  • JUNIOR MACAGNAM
    Em mais de 30 anos de democracia, de que valeu o foro especial? Apenas para a corrupção
  • VICTOR MAIZMAN
    Pela iniciativa popular, podem ser criadas não somente leis, como também, revogá-las
  • CARLOS RAFAEL DE CARVALHO
    Medida deve ser avaliada com ressalvas porque pode beneficiar mais aos bancos do que aos consumidores

Tamanho do texto A- A+
24.04.2018 | 18h44
Jardim Cuiabá
Tribunal de Justiça marca reunião entre empresas rivais
DA REDAÇÃO
FACHA JARDIM CUIABA

A fachada do Hospital Jardim Cuiabá, que está no epicentro de uma briga judicial

A desembargadora Marilsen Andrade Addario marcou para a manhã desta quarta-feira (25) uma tentativa de conciliação entre as empresas Hospital Jardim Cuiabá e Importadora e Exportadora Jardim Cuiabá.

As duas empresas disputam o controle do Hospital Jardim Cuiabá.

Em março, o Tribunal de Justiça concedeu uma liminar rescindindo o contrato pelo qual a Importadora arrendou até 2023 toda a estrutura da unidade médica para a Jardim Cuiabá.

A decisão atendeu a uma ação de rescisão contratual, na qual a Importadora acusa a Jardim Cuiabá de não pagamento dos aluguéis e má-gestão.

Com a decisão, a Importadora reassumiu a unidade, na sexta-feira (20). A transição foi marcada por animosidade de ambas as partes, com necessidade, inclusive, de intervenção policial.

Marilsen marcou a reunião para as 9h30 de quarta.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet