Artigos
  • JUNIOR MACAGNAM
    Em mais de 30 anos de democracia, de que valeu o foro especial? Apenas para a corrupção
  • VICTOR MAIZMAN
    Pela iniciativa popular, podem ser criadas não somente leis, como também, revogá-las
  • CARLOS RAFAEL DE CARVALHO
    Medida deve ser avaliada com ressalvas porque pode beneficiar mais aos bancos do que aos consumidores
/ LAVAGEM DE R$ 7 MILHÕES

Tamanho do texto A- A+
24.04.2018 | 18h40
Juiz marca interrogatórios de acusados e delatores da Seven 2
Ação apura ocultação de dinheiro desviado em venda de terreno na região do Manso
MidiaNews
O juiz Jorge Tadeu, responsável pela condução da ação penal
LUCAS RODRIGUES
DA REDAÇÃO

O juiz Jorge Luiz Tadeu Rodrigues, da Vara Contra o Crime Organizado da Capital, marcou para os dias 4 e 8 de junho os interrogatórios dos réus da ação penal derivada da 2ª fase da Operação Seven.

A decisão foi dada na última sexta-feira (20). Já nos dias 25, 28 e 30 de maio serão ouvidas as 22 testemunhas do processo.

A Operação Seven apura suposto esquema que consistiu, em tese, no desvio de R$ 7 milhões do Estado, concretizado por meio da compra de uma área rural de 727 hectares na região do Lago de Manso, em Chapada dos Guimarães. 

Segundo o Ministério Público Estadual (MPE), a área já pertencia ao Estado e foi adquirida novamente do médico Filinto Corrêa da Costa, com preço superfaturado de R$ 4 milhões.

A 2ª fase da operação, que resultou nesta ação, apura o destino do valor desviado, que teria sido “lavado” pelos integrantes do esquema para ocultar os crimes.

Neste processo são réus: o médico Filinto Correa da Costa e seus dois filhos, o advogado João Celestino Correa da Costa Neto e o empresário Filinto Correa da Costa Junior; o procurador aposentado Francisco Gomes de Andrade Lima Filho, o “Chico Lima”; os ex-secretários de Estado Pedro Jamil Nadaf e Marcel Souza de Cursi; o ex-presidente do Intermat, Afonso Dalberto; o ex-presidente da Metamat, João Justino Paes de Barros; o diretor do Sesc em Mato Grosso, Marcos Amorim da Silva; o fazendeiro Roberto Peregrino Morales; e os empresários Luciano Cândido do Amaral, Antônia Magna Batista da Rocha e André Luiz Marques de Souza.

Destes, Nadaf, Dalberto , João Justino e André Souza se tornaram delatores, confessando o esquema e devolvendo valores aos cofres públicos.

Já Filinto Corrêa e Chico Lima, que são cunhados, também confessaram a fraude. Porém, eles negaram ter tentado “lavar” o dinheiro.

Alair Ribeiro/MidiaNews

Chico Lima

O procurador aposentado Chico Lima, um dos réus da ação

Entre as testemunhas arroladas, estão a ex-secretária da Junta Comercial de Mato Grosso (Jucemat), Narjara Bairros, que é esposa de Nadaf, e o empresário Jurandir Vieira, dono da Solução Cosméticos.

As audiências do caso já haviam sido marcadas anteriormente pela juíza Selma Arruda, mas Jorge Tadeu redesignou as datas, uma vez que estará de licença nas datas anteriormente agendadas.

Veja as datas, testemunhas e réus das audiências:

Dia 25 de maio de 2018 (testemunhas de defesa de Afonso Dalberto e Roberto Pelegrino)

Egnaldo da Silva Gois

José Gonçalo de Souza

João Bertoli Filho

Benedito Bento Sobrinho

Dia 28 de maio (testemunhas de Filinto Correa da Costa, Filinto Correa da Costa Júnior e Chico Lima)

Jurandir Silva Vieira (dono da Solução Cosméticos)

Gerson Dalcanale


Michael Malouf

Fernando Salgado

Giancarlo Castrillon (ex-presidente do Detran-MT)

Fernando Metello Gomes de Almeida

Clovis Rodrigues Taques de Andrade


Luciano Luiz Brecovici

Bettânia Maria Gomes Pedroso Herlos


Maria Aparecida Andrade Lima Corrêa da Costa.

Dia 30 de maio (testemunhas de Marcel de Cursi e Marcos Amorim)

Narjara Bairros (ex-Jucemat e esposa de Pedro Nadaf)

Davi Ferreira Botelho

Fernando Siqueira

Ondina E. S. de Amorim Lima

Valdir Simão

Odirlei Reichordt 

Marco Antonio Sales Carvalho;

Jean Jackes do Carmo

Dia 4 de junho (interrogatórios)

André Luiz Marques de Souza

Afonso Dalberto

Pedro Nadaf

João Justino Paes de Barros

Filinto Correa da Costa

Filinto Correa da Costa Júnior

Dia 8 de junho (interrogatórios)

João Celestino da Costa Neto

Luciano Cândido do Amaral

Marcel Souza de Cursi

Marcos Amorim da Silva

Antonia Magna Batista da Rocha

Chico Lima

Roberto Pelegrino Morales (que será ouvido em Mato Grosso do Sul)


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet