Artigos
  • JUNIOR MACAGNAM
    Em mais de 30 anos de democracia, de que valeu o foro especial? Apenas para a corrupção
  • VICTOR MAIZMAN
    Pela iniciativa popular, podem ser criadas não somente leis, como também, revogá-las
  • CARLOS RAFAEL DE CARVALHO
    Medida deve ser avaliada com ressalvas porque pode beneficiar mais aos bancos do que aos consumidores

Tamanho do texto A- A+
16.04.2018 | 09h57
Delação no STF
Empresário Alan Malouf entregou recibo de pagamento a secretário
DA REDAÇÃO
Alan Malouf 260916

O empresário Alan Malouf, que aguarda delação premiada

O empresário Alan Malouf, condenado a 11 anos de prisão no esquema de corrupção na Seduc desbaratado pela Operação Rêmora, no início do atual Governo, aguarda o posicionamento do STF sobre a homologação, ou não, de sua delação premiada.

Seu alvo principal é o governador Pedro Taques (PSDB), a quem afirma ter agido como arrecadador de dinheiro e espécie de tesoureiro durante sua campanha.

Segundo fonte da coluna, entre os documentos juntados por Alan, e entregues ao MPF, estaria um recibo de pagamento de "complemento salarial" a um secretário de Estado.

O tal complemento teria sido pago a vários secretários, que quando foram convidados para os cargos alegaram que não poderiam assumir em função dos baixos salários. Como saída, teria sido usada a compensação.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Maio de 2018
18.05.18 16h02 » Crédito Podre
17.05.18 17h09 » Convescote
16.05.18 18h03 » Condenado
16.05.18 18h02 » Sócios da EIG
16.05.18 08h58 » Políticos na mira
15.05.18 17h49 » Alvo do Gaeco
14.05.18 09h35 » Impasse jurídico
12.05.18 12h12 » Delação à vista?
11.05.18 16h53 » "Perguntinha"
10.05.18 17h58 » Alvo de processo



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet