Artigos
  • LUIZ FLÁVIO GOMES
    O habeas corpus protocolado em favor do ex-presidente Lula começou juridicamente errado

Tamanho do texto A- A+
04.04.2018 | 18h12
19 caixas
Ministro do STJ encaminha "grampos" para a Polícia Federal
DA REDAÇÃO
Mauro Campbell

O ministro Mauro Campbell, que conduz o inquérito dos "grampos"

O ministro Mauro Campbell, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), encaminhou para a Polícia Federal toda a documentação relativa ao inquérito que investiga o esquema de interceptações clandestinas que operou no Estado.

O que chama a atenção na remessa é o tamanho da investigação detalhada por Campbell: sete volumes, 12 apensos e 19 caixas. A PF agora deverá analisar todo o material para dar continuidade à apuração do caso.

O esquema dos grampos funcionava por meio da tática de “barriga de aluguel”, quando números de pessoas que não têm qualquer relação com investigações policiais são inseridos de maneira disfarçada – sob outras identificações –, em pedidos de quebra de sigilos telefônicos feitos à Justiça.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet