Artigos
  • LUIZ FLÁVIO GOMES
    O habeas corpus protocolado em favor do ex-presidente Lula começou juridicamente errado

Tamanho do texto A- A+
11.09.2017 | 17h53
Esquema em MT
JBS tentou comprar decisão no Superior Tribunal de Justiça
DA REDAÇÃO
Joesley Batista

Joesley: investida a ministro do STF para "comprar" decisão sobre ação da Justiça de Mato Grosso

Na edição desta semana, a revista Veja revela que a JBS tentou comprar uma decisão judicial sobre um recurso envolvendo o grupo de Joesley Batista e o Governo de Mato Grosso, na gestão de Silval de Barbosa (PMDB). O alvo da investida era o ministro Napoleão Maia, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que não aceitou a maracutaia.

Maia era relator de recursos da JBS contra uma decisão da Justiça de Mato Grosso que bloqueou R$ 73 milhões das contas do grupo e de um de seus diretores. O bloqueio havia sido determinado após a descoberta de um acerto firmado à base de propina com o Governo do Estado, que concedeu benefícios fiscais milionários ao frigorífico.

Em maio deste ano, Wesley Batista, um dos donos da JBS, disse, em delação premiada, que a empresa pagou cerca de R$ 10 milhões ao ano em propinas para o ex-governador Silval, entre 2012 e 2014, em troca da concessão de crédito de ICMS, no valor de R$ 74,6 milhões.

Leia mais AQUI.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Julho de 2018
13.07.18 16h06 » Conduta vedada
13.07.18 11h01 » Ex-prefeita de Juara
12.07.18 16h02 » Presos na Bereré
11.07.18 17h02 » Esquema milionário
10.07.18 16h36 » Alvo da Rêmora
09.07.18 11h45 » Desvios no Detran
05.07.18 17h56 » Grampolândia
03.07.18 17h50 » “Sono dos justos”
03.07.18 16h57 » MPF e PF: omissão
02.07.18 17h03 » Crime ambiental



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet