Artigos
  • LUIZ FLÁVIO GOMES
    O habeas corpus protocolado em favor do ex-presidente Lula começou juridicamente errado

Tamanho do texto A- A+
09.08.2017 | 17h31
Rolo do VLT
Nomeação de lobista soa "estranha", diz juiz que ordenou operação
DA REDAÇÃO
Paulo Sodré

O juiz federal Paulo Cesar Alves Sodré, que assinou as ordens de busca e condução coercitiva

Na decisão que ordenou os mandados na Operação Descarrilho, o juiz federal Paulo Cesar Alves Sodré disse estranhar a nomeação do lobista Rowles Magalhães na Vice-Governadoria de Mato Grosso, em 2012.

“Soa estranho, porque antes ele seria ligado à empresa Ferconsult e ao grupo Infinity Investimentos, empresas essas que teriam doado/cedido ao Estado de Mato Grosso um pré-projeto para implantação do VLT avaliado em R$ 14.000.000”, escreveu o juiz.

Com qual finalidade teria ocorrido essa inversão de papéis? Tal incoerência robustece e dá credibilidade ao depoimento prestado por Silval Barbosa que, de fato, Rowles Magalhães teria recebido uma determinada quantia (R$ 1.000.000) para ‘parar de importunar’”, concluiu.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:
Julho de 2018
13.07.18 16h06 » Conduta vedada
13.07.18 11h01 » Ex-prefeita de Juara
12.07.18 16h02 » Presos na Bereré
11.07.18 17h02 » Esquema milionário
10.07.18 16h36 » Alvo da Rêmora
09.07.18 11h45 » Desvios no Detran
05.07.18 17h56 » Grampolândia
03.07.18 17h50 » “Sono dos justos”
03.07.18 16h57 » MPF e PF: omissão
02.07.18 17h03 » Crime ambiental



Copyright © 2018 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet