Artigos
  • CARLA RACHEL FONSECA
    Paternidade socioafetiva é reconhecimento jurídico da paternidade com base no afeto
  • VICTOR MAIZMAN
    Brasil tem a possibilidade de participar dos diferentes órgãos da OCDE
/ MORTE DE MENINO

Tamanho do texto A- A+
29.07.2020 | 16h45
Juíza acata denúncia e blogueira vira ré por homicídio culposo
Lidiane Campos teria avançado a preferencial e atingiu a moto em que vítima estava
Reprodução
BIANCA FUJIMORI
DA REDAÇÃO

A juíza Aline Luciane Ribeiro Viana Quinto Bissoni, da 2ª Vara Criminal de Rondonópolis, aceitou a denúncia do Ministério Público Estadual contra a blogueira Lidiane Campos, esposa do ex-deputado federal Adilton Sachetti (PRB), por homicídio culposo.

A decisão foi assinada na segunda-feira (27). Agora a blogueira se torna ré e responderá na Justiça pela morte de um menino de três anos em 11 de agosto do ano passado.

Na ocasião, ela bateu a caminhonete que conduzia contra a moto em que o menino estava ao avançar a preferencial. Ela também teria deixado a cena do crime sem prestar socorro.

A denúncia do MPE havia sido encaminhada para a 3ª Vara Criminal, porém o juiz João Francisco Campos de Almeida avaliou que seria competência da 2ª Vara Criminal julgar o processo, pois a quebra de sigilo telefônico e os mandados de busca e apreensão foram emitidos por ela.

Com isso, o processo foi encaminhado para a 2ª Vara no dia 21 de julho, que foi recebida pela juíza Bissoni.

O caso

De acordo com o boletim de ocorrência elaborado pela Polícia Civil, o acidente ocorreu no cruzamento da Rua XV de Novembro com a Avenida Tiradentes, região central da cidade, por volta das 18h40 de 11 de agosto, Dia dos Pais.

O casal teve ferimentos leves, mas a criança, que estaria sem capacete, bateu a cabeça no chão e não resistiu.

Conforme o BO, em seguida, a mulher do ex-deputado teria fugido do local do acidente e, posteriormente, abandonado o carro.

No entanto, o advogado da blogueira negou que a cliente tivesse abandonado o local do acidente. Ele afirmou que Lidiane foi levada embora após ter sido ameaçada por motoqueiros e por estar em estado de choque.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:



Copyright © 2020 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet