Artigos
  • CARLA RACHEL FONSECA
    Paternidade socioafetiva é reconhecimento jurídico da paternidade com base no afeto
  • VICTOR MAIZMAN
    Brasil tem a possibilidade de participar dos diferentes órgãos da OCDE
/ MORTE DE CRIANÇA

Tamanho do texto A- A+
23.07.2020 | 15h27
MPE denuncia esposa de ex-deputado por homicídio culposo
Caso aconteceu no dia 11 de agosto de 2019; ela teria fugido do local sem prestar socorro
Reprodução
DA REDAÇÃO

O Ministério Público do Estado (MPE) denunciou a blogueira Lidiane Campos, esposa do ex-deputado federal Adilton Sachetti, por homicídio culposo (sem intenção de matar) por atropelar e matar um menino de três anos em Rondonópolis (220 km de Cuiabá) no ano passado.

O documento foi encaminhado pelo promotor de Justiça Fábio Paulo da Costa Latorraca à 3ª Vara Criminal de Rondonópolis na terça-feira (21).

O pedido é pela condenação da blogueira por homícidio culposo com majoração pela omissão de socorro e agravado por colocar duas pessoas em risco de dano potencial. 

O MPE ainda pediu que ela pague multa por danos materiais e morais para a família da vítima. Segundo o órgão, o dano moral será avaliado durante a instrução processual.

O caso

O acidente ocorreu no dia 11 de agosto. Lidiane, que dirigia uma Hillux SW4, teria avançado a preferencial e colidiu contra a moto em que estavam a criança, o pai e a madrasta.

Em seguida, a blogueira teria fugido na contramão sem prestar socorro e abandonou a caminhonete poucos metros depois. A criança, que estaria sem capacete, bateu a cabeça no chão e morreu.

"O veículo foi localizado na própria Rua XV de Novembro, abandonado de frente à residência de número 1316, fundos do mercado Favorito", diz trecho do boletim de ocorrência realizado no dia do acidente.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:



Copyright © 2020 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet