Artigos
  • RENATO GOMES NERY
    O falso positivo com o nome sugere é tudo aquilo que foi tido como positivo e é negativo
  • VICTOR MAIZMAN
    Apesar dos animais serem classificados como “coisa” pelo Código Civil, STJ já flexibilizou tal conceito
/ SUPOSTA AGRESSÃO

Tamanho do texto A- A+
22.06.2020 | 09h57
Corregedoria da OAB dá prazo de 15 dias para advogado se explicar
Leonardo Campos chegou a ser preso no dia 27 de maio, acusado de ter empurrado a esposa
Alair Ribeiro
Leonardo Campos, presidente da OAB/MT
JAD LARANJEIRA
DA REDAÇÃO

A Corregedoria Nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) deu um prazo de 15 dias para que o presidente licenciado da seccional em Mato Grosso, Leonardo Campos, se explique sobre a acusação de agressão feita pela esposa, a advogada Luciana Póvoas.

O episódio ocorreu no dia 27 de maio e Campos chegou a ser preso, após Luciana chamar a Polícia Militar e denunciar que havia sido empurrada contra a parede pelo esposo, após um desentendimento.

O caso gerou repercussão no Estado e "Léo Capataz", como é conhecido, pediu licença do cargo de presidente da OAB-MT para "resolver assuntos particulares".

De acordo com a nota da Corregedoria, Luciana também terá que prestar esclarecimentos sobre o caso.

O ofício foi enviado ao casal no dia 12 de junho. Após tomar o esclarecimento dos dois, a Corregedoria vai preparar um relatório que será encaminhado para a diretoria do Conselho Federal da OAB.

É o Conselho Federal que irá decidir se pune o advogado.

Relembre o caso

Em depoimento à delegada Jannira Laranjeira, a vítima disse sofrer um histórico de agressões por parte do companheiro.

Leonardo Campos, por sua vez, negou qualquer agressão e disse que a esposa o teria empurrado e provocado uma discussão na frente do filho de 17 anos.

Leia a nota da OAB na íntegra:

A Corregedoria Nacional da OAB enviou ofício ao presidente licenciado da OAB de Mato Grosso, Leonardo Campos, e para a advogada Luciana Póvoas, no dia 12 de junho, para que prestem esclarecimentos no prazo de 15 dias.

Após recolher os esclarecimentos, a corregedoria irá preparar um relatório a ser encaminhado à diretoria do Conselho Federal da OAB, que decidirá o que será adotado sobre esse procedimento no âmbito da OAB.

Leia mais sobre o assunto:

Presidente da OAB é preso em flagrante acusado de agredir esposa


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:



Copyright © 2020 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet