Artigos
  • RENATO GOMES NERY
    O falso positivo com o nome sugere é tudo aquilo que foi tido como positivo e é negativo
/ GISELE NASCIMENTO

Tamanho do texto A- A+
16.06.2020 | 10h49
Emanuel Pinheiro e Mauro Mendes
O que tenho visto é uma grande tentativa dos nossos representantes acima citados, de acertarem
GISELE NASCIMENTO

Todos os representantes, seja do Legislativo, Executivo e Judiciário tiveram que agir às pressas, diante de um situação nova, sem precedente de tamanha magnitude e abrangência

Dale Carnegie, autor do livro clássico, Como fazer Amigos e Influenciar Pessoas, aliás, um dos livros mais vendidos dos últimos tempos, na referida obra, deixou alguns ensinamentos, e um, muito utilizado, é que antes de criticar, elogio!

Vivemos em um Estado Democrático de Direito, em que um dos princípios basilares estabelecidos constitucionalmente, é o da liberdade de expressão, e tinha que ser, vez que uma pessoa tolhida, é uma pessoa detida.

Pois bem!

Domingo pela manhã, me veio o insight de tecer estas palavras de elogios aos esforços, que nossos representantes, do executivo municipal (Emanuel Pinheiro), e do estadual (Mauro Mendes), estão movendo para agilizar os efeitos da pandemia local.

Muito provavelmente, o presente texto será criticado, mas, isso é ótimo, pois, estimula o debate e fortalece a democracia. Deixo claro, que o texto não tem, qualquer viés político, apenas, reporto algumas palavras às pessoas acima citadas, diante da função relevante que elas exercem.

Veja, não discuto mérito, se este ou aquele fez ou não, ou se saiu com dinheiro no paletó ou não, etc. Falo apenas do momento, e assim, a meu ver, não passa despercebido, o empenho que ambos estão centralizando em suas operações para amenizar os efeitos da passagem por aqui, do vírus mortal.

Desde o dia 11 de março quando a OMS (Organização Mundial de Saúde), anunciou a existência da pandemia, que o mundo passou a enfrentar duramente, inúmeras mudanças. O vírus chegou de forma sorrateira, sem avisar, e se alastrou, rapidamente, de forma que os gestores não tiveram tempo de autorizar qualquer “licitação”, para poder socorrer o estado de calamidade pública decretada emergencialmente.

Todos os representantes, seja do Legislativo, Executivo e Judiciário tiveram que agir às pressas, diante de um situação nova, sem precedente de tamanha magnitude e abrangência. Penso, que nunca foi tão difícil para os gestores públicos, tanto da União, Estados e Municípios, administrarem, como está sendo agora, pois, todas as decisões são muito significativas com repercussão social, política, econômica ou jurídica.

O que tenho visto é uma grande tentativa dos nossos representantes acima citados, de acertarem. Todos os dias vejo nas ações do Governador do
Estado de Mato Grosso, a aplicação dos atributos da seriedade, do comprometimento, da transparência, da preocupação de nos mantermos informados, acerca das medidas que estão sendo tomadas para o combate da covid-19.

Por outro lado, vejo que o nosso Prefeito também está tentando acertar, tem publicado inúmeros decretos, revogando, imediatamente, aquele que ele percebe que não atenderá às necessidades do povo, decreta ponto facultativo, como forma das pessoas ficarem em casa, coloca a população em isolamento, tira do isolamento, abre comércio, fecha comércio, fecha às escolas, muda horário do comércio, dos bancos, determina lockdown, toque de recolher, etc.

Todas essas condutas/ações, tanto de um, quanto do outro são voltados em prol da população, ou seja, nós. Eles têm sido muito criticados, principalmente, o gestor municipal, porém, temos que admitir que estão todos os dias, incansavelmente, com “as mangas das camisas arregaçadas”, trabalhando.

Nem é preciso, mas volto a dizer, que o que estamos vivendo é novo para todos, e a encomenda (vírus) veio sem o manual de instrução, e a tarefa que cumpre a eles não é fácil, pois, além de terem que lidar com os seus próprios medos frente à doença, já que são como nós, eles têm que laborar em função da coletividade, transmitido segurança, esperança, saúde, emprego, harmonia, etc.

Na semana passada foi amplamente noticiado na mídia que o nosso Governador foi um dos sétimo nesse cargo, do Brasil, infectados pelo vírus, mas, graças a Deus ele já está recuperado, e inclusive, já anunciou que retorna às suas atividades no Palácio do Governo essa semana. Que assim seja!

A finalidade deste artigo é tecer um simples elogio às duas figuras públicas acima citadas, que estão em evidência, cada um de seu gabinete conduzindo às diretrizes do nosso Estado nesse momento catastrófico, pois, criticar é muito fácil, agora vai sentar lá e bater o martelo no sentido de conduzir um Estado, um Munícipio, uma Capital.  

Que Deus dê a cada um de vocês muita sabedoria, muita coragem, paciência, tolerância, serenidade, etc., para que vocês, a cada dia, mormente, nesse período crítico que vivemos, possam administrar a coisa pública, pautados pelo princípio da impessoalidade, que é aquele que não tolera dos administrados, discriminações, benéficas ou detrimentosas, nem favoritismo, nem perseguições são toleráveis, em que simpatias ou animosidades pessoais, políticas ou ideológicas possam interferir na atuação.

Emanuel e Mauro, o momento é de união e não de “briguinhas” ou “picuinhas”, muito menos de politicagem, dialogar é preciso! Para o nosso bem, mantenham-se unidos! Que o Criador, possa derramar sobre vocês, à luz Divina do amor pelo todo, e muita saúde para ambos.

GISELE NASCIMENTO é advogada.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:



Copyright © 2020 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet