Artigos
/ CRIME BRUTAL

Tamanho do texto A- A+
19.05.2020 | 18h05
Menor que matou adolescente grávida pega pena máxima de internação
Ele confessou o crime e deve ficar três anos internado em uma unidade do sistema do Estado
TJMT/Divulgação
Decisão ocorreu na 2ª Vara Cível de Sorriso
JAD LARANJEIRA
DA REDAÇÃO

A juíza Daiene Vaz Carvalho Goulart, da Segunda Vara Cível da Comarca de Sorriso (a 399 km a norte de Cuiabá), determinou que o adolescente de 15 anos acusado de matar a menor A.N.L.C, de 13 anos, seja internado em uma unidade socioeducativa do Estado até que complete 18 anos.

A pena máxima foi proferida na última sexta-feira (15). O adolescente foi condenado por estupro de vulnerável, homicídio qualificado e aborto sem consentimento da gestante.

De acordo com a sentença, também deverá ser realizado exame psicossocial a cada seis meses no menor infrator para verificar a necessidade ou não da manutenção da medida.

Não há mais detalhes do caso, que tramita em segredo de Justiça.

Relembre o caso

A vítima estava desaparecida desde o dia 31 de março e o corpo foi encontrado na manhã do dia 2 de abril em um terreno baldio no Bairro Jardim Itália, na cidade.

De acordo com as informações coletadas pela Polícia, no dia do desaparecimento a garota utilizou o celular da sua irmã para falar com um rapaz. Em seguida, arrumou a cama com travesseiros para que pensassem que ela estava dormindo e saiu de casa.

Assim que o corpo foi localizado, a Polícia Civil iniciou as investigações que apontaram o adolescente como principal suspeito do crime. Durante a oitiva de testemunhas, a Polícia descobriu que havia um relacionamento entre o suspeito e a vítima.

Segundo o delegado, o menor tinha um namoro sério com outra garota, mas “ficava” com a vítima.

“O suspeito teria desconfiado que a vítima estivesse grávida, fato que atrapalharia o seu relacionamento com sua namorada oficial, o que motivou o crime”, disse o delegado.

Mãos machucadas

No dia do crime, as investigações apuraram que o rapaz estava acompanhado por amigos até um pouco antes de a vítima sair escondida de casa, por volta de 00h40.

Ainda de acordo com testemunhas, ele estava bem fisicamente e sem lesões aparentes. Porém, no dia seguinte, amanheceu com o tornozelo torcido, com fratura evidente e as mãos machucadas, possivelmente devido aos esforços empregados para desferir as agressões contra a vítima. 

Diante das evidências, os policiais realizaram a apreensão do adolescente que foi conduzido à Delegacia de Sorriso.

Leia mais sobre o assunto:

Câmeras flagraram menor em rua antes de ser assassinada

Adolescente de 13 anos sai de casa e é morta por espancamento


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:



Copyright © 2020 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet