Artigos
  • GISELE NASCIMENTO
    Nosso país está entre os dez primeiros em atestar óbitos por acidentes de trânsito
  • IRAJÁ LACERDA
    Projeto de lei deverá atrair recursos para o agronegócio brasileiro
  • VICTOR MAIZMAN
    Seja certa ou errada a decisão tomada, doravante o árbitro não decide mais sozinho
/ INFARTO APÓS ESTRESSE

Tamanho do texto A- A+
30.10.2019 | 10h59
Desembargadora apresenta melhoras e deve deixar UTI nesta quarta
Maria Helena Povoas teve um mal-estar no domingo (27) e foi internada no Hospital Amecor, em Cuiabá
Alair Ribeiro
A desembargadora Maria Helena Póvoas
CÍNTIA BORGES
DA REDAÇÃO

A desembargadora Maria Helena Gargaglione Póvoas, vice-presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), que está internada em decorrência de um infarto, deverá passar por exames médicos nesta quarta-feira (30) para ver se houve alguma lesão.

Maria Helena está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Amecor desde o último domingo (27), quando sentiu um mal-estar e foi diagnosticada com infarto. Ela passou por um procedimento de cateterismo no início desta semana.

De acordo com o genro, Leonardo Campos, presidente da Ordem do Advogado do Brasil, seccional Mato Grosso, a desembargadora já apresenta melhoras consideráveis e a expectativa é que ela deixe a UTI ainda no fim do dia.

Ela já está conversando com a família, quer falar com todo mundo. Hoje, passará por novos exames

“Ela já está conversando com a família, quer falar com todo mundo. Hoje, passará por novos exames para verificar se há lesões e deve ir para o quarto hoje à tarde. Mas as lesões são praticamente descartadas pelo que já foi mostrado em exames anteriores”, disse ao MidiaNews.

Leonardo Campos explicou que o diagnóstico da desembargadora é de “síndrome do coração partido”, que tecnicamente leva o nome de “Cardiomiopatia de Takotsuba”. Ele contou que no domingo ela passou por um momento de estresse.

“Ela teve um princípio de infarto, e o nome técnico é ‘síndrome do coração partido’, devido a alta carga de adrenalina em razão de um estresse”, afirmou. 

Apesar da aparente melhora no quadro, a desembargadora ainda não tem previsão de alta médica.

Maria Helena Póvoas é considerada uma das principais juristas de Mato Grosso. Além de atual vice-presidente do Tribunal de Justiça, ela também já foi presidente da OAB no Estado.

Leia também:

Desembargadora sofre infarto e vai parar na UTI em Cuiabá


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:



Copyright © 2019 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet