Artigos
  • VICTOR MAIZMAN
    Seja certa ou errada a decisão tomada, doravante o árbitro não decide mais sozinho
  • FÁBIO DE OLIVEIRA
    O Brasil vive um momento semelhante ao vivido pela Argentina quando escolheu Macri
  • GONÇALO ANTUNES DE BARROS
    Esperar pela receita de como viver melhor é sentimento utópico
/ RENATO GOMES NERY

Tamanho do texto A- A+
05.09.2019 | 09h51
Desperdício
Essa cultura tem um casamento indissolúvel com todos os Governos no Brasil
RENATO GOMES NERY

Desperdício – é despesa exagerada, gasto excessivo e esbanjamento.  Será que as pessoas param para pensar nesta questão? Ás vezes o desperdício é um ato automático e impensado. Abre-se a torneira para molhar a escovar que somente é fechada após terminar a escovação! Vai-se tirar a barba e deixa a torneira aberta à disposição de um barbear hidráulico! Toma-se banho em tempo excessivo com o chuveiro aberto, como se água fosse um bem inesgotável! Será que é necessário tomar banho com água quente em Cuiabá, com uma temperatura mínima acima de 30º graus centígrados?  Quanta gente não somente faz isso, como esquece que os banhos têm prazos limitados à limpeza do corpo, mas fica dormitando embaixo do chuveiro como se este fosse uma cama tépida ou uma sauna. E as luzes acesas sem necessidade... E a televisão ligada quando ninguém assiste...

O bom senso cabe em qualquer lugar ou atividade. Estamos num planeta com excesso de pessoas e recursos limitados. Não há notícia de que exista vida fora da terra. O crescimento populacional geométrico promete pôr fim em pouco tempo nos recursos naturais do planeta. Já avançamos  marca de sete bilhões de pessoas! Onde chegaremos? Onde iremos buscar alimentos e conforto para aplacar ás necessidades da população  que cresce vertiginosamente!

O bom senso cabe em qualquer lugar ou atividade. Estamos num planeta com excesso de pessoas e recursos limitados

Que cada um faça sua parte para mitigar o desperdício! Não lavar a louça com torneiras deliberadamente abertas. Molhe o seu jardim ou lave o seu carro sem utilizar mangueiras impunemente abertas. Mande consertar eventuais vazamentos de água na sua casa. Se puder construa sua casa com placas solares, evitando ou limitando gastos com energia. Os restos dos restaurantes que não podem ser aproveitados ou doados, por eventuais problemas com a fiscalização. Portanto, se for ao restaurante leve o que sobrar para casa ou o dê ao primeiro necessitado que encontrar. As ruas estão apinhadas de necessitados e refugiadas, cujos incômodos podem ser aplacados com um pequeno gesto.

Não faça pratos com alimentos além do que possa consumir. Se for cozinhar, seja criterioso (a). Faça o necessário ao consumo. Se fizer comida a mais congele e coma no futuro que estará economizando ingredientes, energia e tempo tão caros, e necessários ao conforto de todos.

Não deixe vencer remédios que não se toma mais. Leve-os para o seu médico ou os entregue hospitais, onde poderão amenizar as necessidades e dores de outras pessoas Não comprem nada além do necessário, principalmente,  roupas e sapatos, pois o que se compra a mais foi elaborado com matérias primas que faltarão certamente para outras pessoas.  

Deixe o ar circular e a energia fluir nos cantos e recantos de sua casa, onde existem coisas inutilizadas acumuladas que devem ser doadas. O desperdício não se limita ao aqui relatado ele vai muito além. Enfim, seja parcimonioso, pois este atributo contribui para o bem estar de todos. Se cada um fizer a sua parte, estaremos contribuindo para um mundo melhor. Ao invés de se ficar tecendo críticas genéricas a tudo e a todos, comece com um pequeno planejamento de sua vida e de sua família, pois os resultados serão positivos, para vivermos num mundo melhor, mais solidário e mais saudável. A caminhada começa com o primeiro passo. E a solução dos problemas é fruto de atitudes.

P.S. A cultura do desperdício tem um casamento indissolúvel com todos os níveis dos Governos no Brasil. As obras superfaturadas, inacabadas e abandonadas; os salários estratosféricos e seus adornos; a corrupção endêmica e, sobretudo, os abates criminosos, manifestos, contínuos, impiedosos, persistentes e sistemáticos das nossas inocentes florestas... etc...Até quando...!

RENATO GOMES NERY é advogado.


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:



Copyright © 2019 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet